Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Arrumar a bagunça

por Isabel Paulos, em 12.05.22

Já tiveste tantas certezas absolutas. Sobre as alterações climáticas, aborto, regionalização, localização do aeroporto e o diabo a quatro. Os abanões da vida e da compreensão vão mexendo com cada uma dessas convicções e vão sobrando evidências mais ténues, menos absolutas. Sentes-te ofendida de cada vez que reparas que as tomadas de posição irredutíveis servem mais para insultar e exibir preconceitos mútuos entre barricadas do que para defender valores ou o bem comum.

Essa bagunça da consciência em que te transformaste e que em permanência tentas arrumar, pode não ser muito apelativa muito menos galvanizadora, mas é genuína procura da razão e do equilíbrio.

Julgam-na falta de coluna vertical e fonte de perigo para os valores e conquistas civilizacionais. Consideram-na mais conversa de café. Quando é apenas ponderação fora de moda. A constatação dos naturais avanços e recuos da evolução do mundo. O que não invalida estares do lado mais certo.

Face ao perigo, mão forte, pedem. Mente forte, exigem. Fuga em frente?, questionas.






Dose recomendada

Accuradio


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D