Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não ter o que dizer

por Isabel Paulos, em 18.05.22

Gostavas de escrever um postal minimamente inteligente, mas não consegues. Porque será? A resposta é aterradora. Nada pior do que ter consciência das reais aptidões. No momento em que tiveres baixado a guarda da exigência escreverás mais qualquer coisa: pode ser daqui a cinco minutos (o que te revelará insana), daqui a umas horas (serás apenas palerma) ou amanhã (começaras a mostrar algum juízo, mas isto perderá a graça). É muito difícil encontrar o equilíbrio. Escrever diária e profusamente conduz a evidente  cansaço de quem publica e de quem lê. A cair nos inevitáveis desinteresse, sensaboria e futilidade. De qualquer modo, serias incapaz de te determinares a redigir apenas um postal diário previamente definido. Segues mais por apetites do que por premeditações.

E é assim a vida. Mais um postal pateta. É o que dá não ter o que dizer e ainda assim interromper o trabalho para encher chouriços nas Comezinhas. Desculpem qualquer coisinha.






Dose recomendada

Accuradio


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D