Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O último sonho

por Isabel Paulos, em 26.09.21

Numa praia o cão de uma amiga (que no real não tem cão nem gato) fareja uns pequenos tubinhos amarelos colocados na vertical entre as algas ressequidas na areia. Ela assusta-se, diz-me que há uma norma europeia a regular “aquelas coisas” e que ainda por cima não tem seguro por estar mal de finanças. Descanso-a: o cão não roeu nada, está tudo bem. Começo a ouvir burburinho e olho para o mar, vejo o mar muito calmo, na água translúcida várias pessoas de pé outras a nadar, mais afastada está uma rapariga que nada debaixo de água. Percebo que o burburinho é sobre ela: dizem que se está a afogar.  Hesito, mas fico tranquila quando percebo pelos movimentos do corpo que não demonstra estar aflita. Várias pessoas acorrem para salvá-la, começam a nadar na sua direcção. Mas não se aproximam do local exacto. Olho para lá e penso que o movimento que fazem ao nadar turva a água e de perto não a conseguem ver. Continuo a vê-la tranquila a nadar e tranquila fico. As pessoas no areal começam a dar sinal gritando para o mar a posição exacta. Na areia faço festinhas a um cão de médio porte muito meigo. Aproxima-se outro pequenino também meigo. Continuo na mimalhice aos dois. Tudo sereno.






Dose recomendada

Accuradio


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D