Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Futuro

por Isabel Paulos, em 05.06.20

OIP.jpg

Desta entrevista destaco o optimismo da Comissária Europeia da Coesão e das Reformas, Elisa Ferreira, e o que diz para além da bazuca. Dando relevo e prioridade às ajudas de Estado, que se por um lado podem desequilibrar o mercado comunitário, favorecendo países com maior capacidade para libertar essas ajudas às suas empresas, por outro, juntamente com os fundos estruturais (a fundo perdido), podem amenizar o mau efeito do endividamento. Espero que esteja certa neste segundo aspecto.

Ontem ouvi o José Gomes Ferreira na SIC muito optimista com o famigerado ‘quase finalmente operacional' Banco de Fomento.

Fala-se em procedimentos mais aligeirados e transparentes. Com menos intermediários. Mais rápidos e próximos das empresas, dos cidadãos, os verdadeiros destinatários dos fundos.

Oxalá tenham razão e não seja mais um flop, como já vimos tantos. Que não contribua para o acentuar das disparidades entre países. Será que vamos aproveitar as tais ajudas a fundo perdido e fazer reformas? Daquelas que doem, e que os socialistas sempre se negaram a fazer e sempre impediram que outros governos as fizessem. Ou vamos cerrar fileiras em contínuo endividamento, a cantar de galo, mas mantendo-nos enrolados para todo sempre com a corda na garganta, a fazer de conta que somos um país autónomo, economicamente viável e respeitável?

Dois países

por Isabel Paulos, em 20.05.20

sem nome.png

E é assim a vida de quem considera ter direito a viver sempre acima do justo e razoável. A indignação há-de passar e outras virão, e tudo permanecerá tal qual sempre foi desde que o mundo é mundo. Enquanto isso há 110 mil empresas com pedido de lay-off, cujo requisito base é a diminuição em pelo menos 40% da facturação. Tendo sido abrangidas efectivamente pela medida 60%, o que representa 780 mil pessoas. Em Abril, o desemprego aumentou 22% face a Abril de 2019, e como lembra (desta vez bem) o senhor presidente o lay-off tem amortecido o desemprego latente. Veremos até quando poderá ser esticado.

Com ensinam os africanos: sob as patas do elefante quem sofre é o capim.





Dose recomendada

Accuradio


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D