Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Balanço

por Isabel Paulos, em 14.05.20

472302854_8d2b9307a8.jpg

Aos dias que passaram seguirão outros iguais, pensas crédula. Tão iguais que não haverá idos a contar. Sucede que não. És estimulada pela voz que sorri em balanço da smooth fm e vem a boa da onda do vaivém no mar. Ontem e amanhã são apenas agora. Em Luanda o presente consome história e ficção num só instante. É a humidade que pesa nos pulmões e nos neurónios. O calor pegajoso e a falta de erva. Céus. Como faltam árvores e erva. E não é dessa. Falo dos campos. Há falta de verde em Luanda, mas não há falta de agora nem da cor do barro. O enorme agora do começo à extinção do Universo. Que interessa? Agora cai a chuva intensa e repentina, lava as ruas sujas. Logo a brasa do sol evapora a água da pele das briosas zungueiras de bacia de expressivo plástico à cabeça. Um filho ao peito a mamar. Outro nas costas a balançar. Suspenso como o Mundo. O Criador ao colo de São Cristóvão, padroeiro dos viajantes.




Dose recomendada

Accuradio


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D